Como escovar os dentes do meu cão?

Odonto (1)
Da mesma forma que precisamos escovar nossos dentes, os animais também precisam ter seus dentes escovados diariamente por vários motivos. O principal é a prevenção da doença periodontal (“tártaro”), que traz sérios problemas a gengiva, perdas dentárias, sangramentos, dor e possibilidade de acometer outros órgãos.
Além disso, é uma excelente oportunidade de treinar seu cão, disciplinando-o. Como fazer?
O ideal é começar a escovação ainda quando o animal é jovem, pois está mais suscetível à novas experiências. Adotar esse hábito depois de adulto é bem mais complicado, mas não impossível. Lembre-se, a escovação não evita 100% o acúmulo de tártaro, mas retarda a formação da placa bacteriana. Mesmo com escovação diária, seu animal precisará de avaliação odontológica anual e tratamentos periodontais (sob anestesia) periodicamente.
Da mesma forma que nós, mesmo tento muitos cuidados com nossa saúde oral, precisamos de visitas periódicas aos nossos dentistas.
1 – Defina a rotina: o importante é criar a rotina diária, determinando a hora de escovar os dentes, assim como ele tem hora para comer e dormir.

2 – Defina o local: procure ficar em um local que deixe seu cão confortável, onde não se sinta ameaçado.

3 – Descubra uma recompensa: como todo treinamento, seu animal precisará ser recompensado após a escovação.

 4 – Acostume-o com a manipulação: de um modo geral, os animais não gostam que fiquemos manipulando a cabeça, face e boca. Assim, inicie o treinamento apenas manipulando a cabeça e recompensando-o em seguida. Repita isso diariamente, durante 10 a 15 dias, até que ele esteja habituado a isso. Em seguida, inicie a manipulação do focinho, recompensando-o em seguida. Repita isso diariamente, durante 10 a 15 dias, até que ele esteja habituado. Por último, inicie a manipulação das gengivas e dentes, recompensando-o em seguida. Repita isso diariamente, durante 10 a 15 dias, até que ele esteja habituado.
5 – Escolha os produtos: após as etapas anteriores estarem bem realizadas, comece a usar pastas de dentes veterinárias.

6 – Começando a escovação: apenas após ter todas as etapas dominadas, comece a acostumá-lo com a escova. Considere, inicialmente, o uso de uma escova de dedos e, depois, uma escova com haste..
7 – Escovando certo: quando seu animal estiver bem familiarizado com a pasta e escova, podemos realizar movimentos de melhorem a eficiência da escovação. O ideal é que as cerdas da escova fiquem inclinadas, formando um ângulo de 45° com o dente. E faça movimentos circulares, isso tornará a escovação melhor.
8 – Recompense-o, Recompense-o, Recompense-o: lembre-se, a única forma de seu animal achar a escovação dentária interessante é saber que vai ser recompensado no final. 
9 – Disposição pessoal: você é a peça fundamental para que isso seja uma rotina, tenha paciência, ensine-o aos poucos e tenha sempre tempo para cuidar de seu animal.

Qualquer dúvida estamos a disposição para ajudá-lo da melhor maneira possível

Roberto Fecchio
Médico Veterinário CRMV-SP 19.845
Laboratório de Odontologia Comparada LOC FMVZ-USP

FAUNA – Centro de Diagnóstico e Especialidades Veterinárias

Honor Member of Peter Emily International Veterinary Dental Foundation
Doutorando do Depto. de Cirurgia FMVZ-USP
Mestre pelo Depto. de Cirurgia FMVZ-USP
Pós-graduado em Odontologia Veterinária Anclivepa-SP
Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/3158109370778902
www.fauna.vet.br